Pages

Namastê Messerschmidt: "Fazer agrofloresta é uma necessidade" Educador defende uma reforma agrária agroflorestal no Bem Viver na TV, produção do Brasil de Fato.

Da Redação do Brasil de Fato | São Paulo (SP) | 19 de Fevereiro de 2022
 

Namastê Messerschmidt começou com a prática da agrofloresta aos 12 anos de idade, e hoje ensina agricultores e organizações em diferentes lugares do Brasil - Arquivo Pessoal

Os Sistemas Agroflorestais (SAF) são formas de uso e ocupação da terra baseadas nos princípios da agroecologia, e que unem, no mesmo espaço, o cultivo de árvores e produtos agrícolas.

Mais do que uma técnica, a agrofloresta é uma proposta de cuidado ambiental e humano, e que faz um contraponto direto ao modelo predatório do agronegócio e sua monocultura de exportação.

O Bem Viver na TV deste sábado (19) aborda o assunto em entrevista com uma das maiores referências da área no Brasil, o educador e agrofloresteiro Namastê Messerschmidt.

:: Agricultores aprendem como aplicar sistemas agroflorestais em assentamentos de Pernambuco ::

Filho de mãe brasileira e pai alemão, ele nasceu em 1987 no estado do Piauí. Aos 12 anos, se mudou para o Instituto Oca Brasil, em Goiás, onde conheceu Ernst Götsch, o criador da agricultura sintrópica. E desde então, passou a estudar e praticar a agricultura em sistemas agroflorestais.

Namastê é consultor e instrutor em diversas organizações, incluindo o MST. Para ele, a agrofloresta é o meio necessário para acabar com a dependência criada pela agricultura.

“Cada vez o solo está mais pobre, cada vez você precisa usar mais adubo, usando mais adubo, as plantas ficam mais doentes. Porque desequilibra o sistema. E aí, as plantas mais doentes precisam usar mais agrotóxicos”.

Já no sistema agroflorestal, as árvores atuam como “bombas de nutriente”: com raízes profundas, elas trazem para cima os compostos necessários para a saúde do solo e da plantação.

“Você está aproveitando os extratos. O milho fica mais em cima, você põe feijão e abóbora. Então você já multiplicou por três vezes a produção. Por isso, um hectare de monocultura de batata dá dezesseis quilos e um hectare de agrofloresta dá setenta e cinco quilos em seis meses. Não é algo místico, é algo técnico”, afirma Namastê.

:: Em defesa das agroflorestas, universitários atuam com assentados do Sepé Tiaraju ::

Na mesma entrevista, o agrofloresteiro ainda fala sobre como a reforma agrária pode levar a vida de volta ao campo, com maior interação entre agricultores e a natureza.

E tem mais…

Esta edição do Bem Viver na TV ainda tem o Mosaico Cultural mostrando que em Pernambuco, terra do frevo, também tem muito espaço para o samba.

No Alimento é Saúde: rica em nutrientes e muito versátil, a jaca vem ganhando cada vez mais destaque na culinária brasileira.

O Momento Agroecológico mostra o Daki, projeto que é uma ponte de conhecimento entre povos do Semiárido.

No Comida de Verdade, a Letícia Massula ensina a cozinhar peixe na panela de arroz.

O Acampamento Marielle Vive manda uma saudação diretamente de Valinhos (SP).

E ainda tem Dica de Saúde sobre reciclagem.

:: Com quintais agroflorestais, comunidade recupera renda e alimentação saudável ::

O Bem Viver é uma produção do Brasil de Fato na Rede TVT, que abrange a Grande São Paulo. O programa vai ao ar aos sábados, às 13h30, com reprise aos domingos às 6h30 e na terça-feira às 20h. Além disso, tem exibição na TVCom Maceió, na TV Floripa, na TVU Recife, TVE Bahia e nas plataformas online da TV RSul.

Onde assistir

Nas redes sociais do Brasil de Fato (Facebook e YouTube); na TVT, no canal 44.1 – sinal digital HD aberto na Grande São Paulo e canal 512 NET HD-ABC; na TVCom Maceió, no canal 12 da NET; na TV Floripa, também no canal 12 da NET; na TVU (Universitária) Recife no canal 40 UHF digital e na TVE Bahia, no canal 30 (7.1 no aparelho) do sinal digital.

Quando

Na TVT: sábado às 13h30; com reprise domingo às 6h30 e terça-feira às 20h.

Na TVCom: sábados às 10h30, com reprise domingo às 10h.

Na TVU Recife: sábados às 12h30, com reprise terça-feira às 21h.

Na TVE Bahia: sábado às 12h30, com reprise quinta-feira às 7h30.

Sintonize

No rádio, o programa Bem Viver vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 11h às 12h, com reprise aos domingos, às 10h, na Rádio Brasil Atual. A sintonia é 98,9 FM na Grande São Paulo e 93,3 FM na Baixada Santista.

O programa também é transmitido pela Rádio Brasil de Fato, das 11h às 12h, de segunda a sexta-feira. O programa Bem Viver também está nas plataformas: Spotify, Google Podcasts, Itunes, Pocket Casts e Deezer.

Assim como os demais conteúdos, o Brasil de Fato disponibiliza o programa Bem Viver de forma gratuita para rádios comunitárias, rádios-poste e outras emissoras que manifestarem interesse em veicular o conteúdo. Para fazer parte da nossa lista de distribuição, entre em contato pelo e-mail: radio@brasildefato.com.br.

Edição: Douglas Matos

Nenhum comentário:

Postar um comentário