Pages

Saiba como ajudar as mais de 471 mil pessoas afetadas pelas enchentes na Bahia

Solidariedade move grupos, ONGs, igrejas e outras instituições que se mobilizam por doações às vítimas



Por Cristiane Sampaio
Do Brasil de Fato | Fortaleza (CE) | 28 de Dezembro de 2021 



Doações da Cufa em parceria com Frente Nacional Antirracista e grupo Band chegam também a indígenas atingidos pelas fortes chuvas - Cufa/Twitter/Divulgação

As enchentes que atingiram a região Sul da Bahia e já deixaram um rastro de mais de 471 mil pessoas afetadas estimularam também uma corrente de solidariedade e apoio às vítimas. Diferentes organizações civis, igrejas, prefeituras e outros atores se mobilizam desde os últimos dias para levar água, mantimentos e outros donativos para as famílias.

O estado tem hoje um total de 21 mortos e 77.092 pessoas que estão desabrigadas ou desalojadas por conta das enxurradas que atingiram várias cidades. Ao todo, 136 municípios estão em situação de emergência. Veja abaixo alguns exemplos de canais pelos quais é possível prestar ajuda às famílias afetadas.

::Entenda o que está causando as chuvas que deixaram o sul da Bahia embaixo d'água::

Corpo de Bombeiros

A corporação está recebendo doações em todos os quartéis do estado e tem alertado os seguidores nas redes sociais de que não recebe pix ou transferências bancárias, limitando-se a donativos como alimentos, água potável e afins. A instituição divulga diariamente informações por meio do perfil oficial no Instagram: https://www.instagram.com/cbmba193/ .

MST

O Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST) na Bahia tem articulado doações de alimentos nos seus assentamentos em diferentes lugares do estado e recebe mantimentos também da população em geral interessada em participar da campanha, que distribuiu 1.200 marmitas somente nesta terça-feira (28).

“O conjunto da nossa militância tem feito o esforço de cumprir esse papel, que é muito importante neste momento difícil pra população baiana. As chuvas mais recentes começaram agora, e a perspectiva é de que esses problemas também continuem porque muitas pessoas ainda não conseguem voltar pra casa, já que a água não baixou. É preciso seguirmos com essas ações de solidariedade”, afirma Evanildo Costa, da direção nacional do MST na Bahia.



Enxurrada alagou cidades, destruiu casas e deixou 136 municípios em situação de emergência / Manuella Luana/AFP

Os produtos são encaminhados para pessoas atingidas pelas enchentes nas regiões Chapada, Baixo Sul, Sul, Sudoeste e Extremo Sul da Bahia. O MST recebe também doações em dinheiro por meio do pix escolaegidiobrunetto@gmail.com , cuja conta está em nome de Carlos Eduardo de Souza Pereira.

Os pontos de apoio da entidade também recebem, além de alimentos, colchões, cobertores e roupas. O telefone disponibilizado pela organização para obter mais informações é o (61) 99665.0113.

Prefeitura de Itabuna

A Prefeitura de Itabuna, uma das cidades mais atingidas pelas fortes chuvas e onde o rio Cachoeira chegou a transbordar, recebe doações em dinheiro por meio da conta corrente da Defesa Civil local. Os interessados em fazer transferência devem dirigir os valores para: agência 0070-1, C/C 131.740-7.

As chaves do pix são o e-mail defesacivil@itabuna.ba.gov.br e o CNPJ 14.147.490/0001-68. Mais informações são divulgadas pela conta do município no Instagram: https://www.instagram.com/prefeitura.itabuna/

Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA)

O grupo Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA) promove, desde o último domingo (26), uma campanha para arrecadar gêneros não perecíveis, água, materiais de higiene e limpeza, além de roupas. As doações devem ser entregues na sede da VSBA, no Palácio da Aclamação, no bairro de Campo Grande, Salvador. O horário de atendimento ao público vai das 8 horas às 20 horas.

OAB-BA

A Ordem dos Advogados do Brasil na Bahia (OAB-BA) também disponibilizou a própria sede para o recebimento de produtos a serem destinados às famílias afetadas. Podem ser doados alimentos, água mineral, produtos de higiene e limpeza. A instituição fica na Rua Portão da Piedade, 16, no bairro Dois de Julho, em Salvador.

Cufa, Frente Nacional Antirracista e Band

A Central Única das Favelas (Cufa) se juntou à Frente Nacional Antirracista e ao grupo Bandeirantes em uma mobilização que arrecada dinheiro para comprar alimentos, itens de higiene e outros produtos que possam ser úteis para as vítimas das enchentes.

Os interessados podem doar por meio do pix abracebahia@cufa.org.br ou pelo site maesdafavela.com.br/doar

Defesa Civil do DF

Há também pontos de doações em outros estados. Em Brasília (DF), por exemplo, a Defesa Civil do Distrito Federal (DF) está mobilizada em uma campanha que recebe alimentos, cobertores, vestimentas, água e produtos de higiene pessoal e limpeza. O movimento começou nesta terça (28).

Os interessados em contribuir podem deixar os produtos em qualquer unidade das Polícias Civil e Militar, do Corpo de Bombeiros ou na sede da Defesa Civil, situada no trecho 6 do Setor de Indústria e Abastecimento (SAI).

Edição: Vinícius Segalla

Nenhum comentário:

Postar um comentário