Pages

"Jair vai cair", aponta imagem projetada no Palácio do Planalto na noite de ontem

Do Brasil 247, 3 de julho de 2021



"Jair vai cair", aponta imagem projetada no Palácio do Planalto na noite de ontem

A imagem pedindo o afastamento de Jair Bolsonaro foi projetada na sede da presidência às vésperas do dia em que manifestações acontecerão nas cinco regiões do Brasil contra o governo. Outra mensagem dizia que "mito é o SUS". Assista ao vídeo

247 - Uma imagem projetada no Palácio do Planalto, na noite desta sexta-feira (3), pediu o impeachment de Jair Bolsonaro, às vésperas do dia (03/07), em que eleitores farão mais de 340 manifestações em pelo menos 314 cidades brasileiras. Outra mensagem dizia que "mito é o SUS".

Manifestantes vão às ruas neste sábado pedir o afastamento de Bolsonaro, aceleração da vacinação no Brasil e a retomada do crescimento econômico e direitos sociais.

Já houve protestos no dia 29 de maio e 19 de junho. Movimentos sociais também convocaram atos para o dia 24 de julho.

O governo está sendo investigado por causa de irregularidades em negociações envolvendo a importação de vacinas. O presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM), por exemplo, disse já estar provado que Bolsonaro cometeu o crime de prevaricação, ao não tomar providência após receber as denúncias de corrupção no imunizante indiano Covaxin.

Um telegrama da embaixada brasileira na Índia registrou que, em um evento no país asiático, a Bharat informou que o preço por dose da vacina poderia ser de 100 rúpias (US$ 1,34, na cotação da época) quando estivesse pronta. O valor da compra foi 1.000% maior do que, seis meses antes, era anunciado pela fabricante.

De acordo com pesquisa presencial do Ipec (Inteligência em Pesquisa e Consultoria), divulgada no final de junho, a reprovação (ruim/péssimo) ao governo chegou a 50%, um aumento de 11 pontos percentuais na comparação com o último levantamento, publicado em fevereiro.

"Jair vai cair". Imagem projetada no Palácio do Planalto na noite de ontem pic.twitter.com/l3mmu9jz3e— Brasil 247 (@brasil247) July 3, 2021


Nenhum comentário:

Postar um comentário