Pages

Paulo Nogueira Batista: O que diremos a nossos filhos e netos se ficarmos em casa?

O economista fez o questionamento ao manifestar posição favorável aos protestos marcados para este sábado (29) contra Jair Bolsonaro. “Não foi ficando em casa que bolivianos, chilenos, norte-americanos e colombianos alcançaram o que alcançaram no passado recente”, comparou


Do Brasil 247, 29 de maio de 2021



Economista Paulo Nogueira Batista Jr. (Foto: Felipe L. Gonçalves/Brasil247 | Gustavo Marinho/MST Alagoas | Elineudo Meira)

247 - O economista Paulo Nogueira Batista Jr. alertou para a importância das manifestações deste sábado (29) contra o governo Jair Bolsonaro, mesmo em época de pandemia.

“Uma palavra sobre a manifestação de amanhã. Vamos botar a mão na consciência. O Brasil atravessa uma crise gravíssima com o pior governo da sua história. O que diremos a nossos filhos e netos, hoje pequenos ou ainda não nascidos, quando nos perguntarem o que estávamos fazendo enquanto o País era destruído? Que estávamos em casa protestando nas redes sociais e esperando as eleições de 22? Ou que saímos às ruas, mesmo correndo certo risco?”, questionou o analista em sua conta no Twitter.

“E, convenhamos, ressalvadas circunstâncias muito especiais, o risco de contágio é pequeno e controlável”, disse. “Não precisa grande coragem. E, lembro, finalmente, que não foi ficando em casa que bolivianos, chilenos, norte-americanos e colombianos alcançaram o que alcançaram no passado recente”, acrescentou.

Uma palavra sobre a manifestação de amanhã. Vamos botar a mão na consciência. O Brasil atravessa crise gravíssima com o pior governo da sua história. O que diremos a nossos filhos e netos, hoje pequenos ou ainda não nascidos, quando nos perguntarem o que estávamos fazendo (cont.) https://t.co/5tt79mpjTc— Paulo Nogueira Batista Jr. (@paulonbjr) May 29, 2021

Nenhum comentário:

Postar um comentário