Pages

Grafite e Slam: expressões contemporâneas da resistência e da ancestralidade, em debate no Cepat

Do IHU,  01 Mai 2021




Grafite e Slam: expressões contemporâneas da resistência e da ancestralidade é o tema do terceiro encontro pela série de debates [online] Sociedade e Racismo, que ocorrerá no dia 21/05 (sexta-feira), às 19h30 e terá como debatedores: Cleverson Café (Grafiteiro) e Nicklaine Rodrigues (Slam Zumbi e Dandara).

Você poderá acompanhar o debate pelos seguintes canais:

- Página no Facebook do CEPAT;
- Canal no Youtube do CEPAT;
Inscrição

Faça sua inscrição por esse link: https://bit.ly/32R41xJ
Parceiros

Para esta iniciativa, o CEPAT conta com a parceria e o apoio das seguintes instituições:

- Instituto Humanitas Unisinos – IHU;

- Observatório Nacional de Justiça Socioambiental Luciano Mendes de Almeida – OLMA;

- Associação Cultural de Negritude e Ação Popular (ACNAP);

- Pastoral Afro-Brasileira;

- Dialogar Mediação Familiar;

- IPAD Brasil - Instituto de Pesquisa da Afrodescendência;

- Núcleo de Direitos Humanos da PUCPR;

- Comunidades de Vida Cristã – CVX, Regional Sul;

- Conselho Nacional do Laicato do Brasil (CNLB);

- Instituto Sorriso Negro dos Campos Gerais;

- Cursinho Popular Ubuntu;

- Movimento Julho das Pretas;

- Iniciativa das Religiões Unidas (URI);

- Federação Árabe Palestina do Brasil – FEPAL;
Conheça os debatedores

Cleverson Pacheco, artista plástico, conhecido por Café, é grafiteiro e arte-educador. Faz graffiti desde 1999, desenvolvendo seu trabalho e estética. Seu trabalho hoje é uma busca de sua ancestralidade e da demonstração da beleza da população afrodescendente, não mais retratada pelo olhar eurocêntrico, mas como protagonista de sua própria história. Participou de algumas exposições coletivas na cidade de Curitiba e de alguns eventos de graffiti na sua própria cidade, em outros estados e também fora do país. Atualmente, dá aula de graffiti em uma comunidade carente, produz suas telas e faz graffiti pela cidade e por onde passa.

Nicklaine Rodrigues Celestino, poetisa, intérprete, cantora, compositora, militante do Movimento Negro e do Movimento dos Direitos Humanos. Também é fundadora do Slam Zumbi e Dandara, que é o primeiro movimento poético com exclusivo protagonismo negro no Paraná. Nicklaine tem como objetivo de seu trabalho apresentar a arte como forma de resistência para pessoas negras e moradoras de periferias.

Confira o cartaz




Nenhum comentário:

Postar um comentário