Pages

Explosão no Líbano deixa mais de 100 mortos e 4 mil feridos

Da Carta Capital, 5 DE AGOSTO DE 2020




EDITORS NOTE: GRAPHIC CONTENT / LEBANESE FIREFIGHTS EXTINGUISH FIRE AT THE SCENE OF AN EXPLOSION AT THE PORT IN THE CAPITAL BEIRUT ON AUGUST 4, 2020. - TWO HUGE EXPLOSION ROCKED THE LEBANESE CAPITAL BEIRUT, WOUNDING DOZENS OF PEOPLE, SHAKING BUILDINGS AND SENDING HUGE PLUMES OF SMOKE BILLOWING INTO THE SKY. LEBANESE MEDIA CARRIED IMAGES OF PEOPLE TRAPPED UNDER RUBBLE, SOME BLOODIED, AFTER THE MASSIVE EXPLOSIONS, THE CAUSE OF WHICH WAS NOT IMMEDIATELY KNOWN. (PHOTO BY STR / AFP)

A suspeita é de que a explosão aconteceu em um depósito de nitrato de amônio

Mais de 100 pessoas morreram e 4 mil ficaram feridas
nas duas grandes explosões ocorridas no porto de Beirute, nesta terça-feira 4, que devastaram bairros inteiros da cidade – aponta um novo relatório divulgado nesta quarta pela Cruz Vermelha Libanesa.

“Até agora, mais de 4.000 pessoas ficaram feridas, e mais de 100 perderam a vida. Nossas equipes ainda estão realizando operações de busca e salvamento nas áreas circundantes”, afirmou o comunicado da Cruz Vermelha.

O primeiro-ministro libanês, Hassan Diab, disse na noite desta terça-feira 4 que os responsáveis pelas explosões na região portuária de Beirute serão punidos por seus erros. Eu prometo que essa tragédia não ficará impune”, disse o chefe do governo. “Os responsáveis pagarão o preço”, insistiu Hassan Diab durante um pronunciamento na televisão.
Explosão sentida até no Chipre

“Aparentemente, há um armazém contendo materiais confiscados há anos, e parece que eram materiais muito explosivos”, disse o diretor geral da Segurança Geral Abbas Ibrahim, questionado por jornalistas na área. “Os serviços responsáveis estão realizando a investigação, e dirão qual é a natureza do incidente”, acrescentou.

A primeira explosão foi registrada logo após as 18h pelo horário local e foi ouvida em vários bairros da cidade. Janelas e vitrines de muitos prédios e lojas quebraram nos arredores.

A força da deflagração provocou uma onda gigante na região do porto. Segundo testemunhas, as explosões foram ouvidas até a cidade costeira de Larnaca, no Chipre, a pouco mais de 200 km da costa libanesa.

Veja algumas fotos:



(PHOTO BY STR / AFP)


(PHOTO BY ANWAR AMRO / AFP)


(PHOTO BY STR / AFP)


Nenhum comentário:

Postar um comentário