Pages

Casos de covid-19 ultrapassam 25 milhões no mundo; Américas registram mais de metade

Segundo dados da universidade estadunidense, Brasil é o 2º país em maior número de casos com 3.846.153 e 120.262 mortes


Do Brasil de Fato | São Paulo (SP) | 30 de Agosto de 2020


Mapa da universidade estadunidense John Hopkins mostra a distribuição de mais de 25 milhões de casos confirmados de coronavírus. - John Hopkins

Segundo levantamento feito pela universidade norte-americana John Hopkins, mais de 25 milhões de pessoas em todo o mundo já foram infectadas pelo novo coronavírus. A instituição aponta que, neste domingo (30), foram contabilizados 25.095.138 casos oficiais de covid-19. O número de mortes em causadas pela doença chegou a 844.095.

Os Estados Unidos seguem como o país com maior número de casos e mortes, 5.962.057 infectados e 182.785 óbitos. O Brasil é o segundo na lista com 3.846.153 de casos e 120.262 mortes. A Índia vem em terceiro com 3.542.733 de casos e 63.498 mortes.

Já os registros da Organização Mundial da Saúde (OMS) são menores que da universidade. Os casos de covid-19 no planeta somam 24.854.140 e 838.924 mortes nesta tarde, de acordo com o órgão. As Américas do Norte, Central e do Sul concentram mais de metade dos casos em todo o mundo, cerca de 13.138.912, e de óbitos, 461.754.

Brasil

Depois de ultrapassar os 120 mil mil mortes por covid-19, o Brasil registrou mais de 376 óbitos em 24 horas, neste domingo (30), chegando a 120.828, segundo dados divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). Foram confirmadas também 17.504 infecções nas últimas 24 horas, chegando a 3.862.311 casos confirmados no país.

Relembre: Brasil tem quase 1,5 milhão de casos de covid; mais pobres correm o dobro de risco

Entre os estados, São Paulo mantém-se à frente em número de óbitos, são 29.978, seguido de Rio de Janeiro (16.027), Ceará (8.384), Pernambuco (7.574) e Pará (6.115). Os paulistas também puxam a fila no número de contaminados, são 803.404, seguido de Bahia (256.062), Rio de Janeiro (223.302), Minas Gerais (215.050) e Ceará (214.457).

Auxílio

Esta semana inicia com o pagamento da quinta parcela aos integrantes do Bolsa Família que tem o dígito 0 (zero) no final do seu NIS (Número de Identificação Social). Dessa maneira, encerra-se a transferência de R$ 600 aos beneficiários do programa prevista pelo governo. A continuidade do auxílio está em debate em Brasília (DF).

Os beneficiários do auxílio que não fazem parte do Bolsa Família receberão um novo pagamento na terça (2). A transferência atende ao nascidos em fevereiro.

Para conferir o calendário completo de pagamentos, acesse o site da Caixa.

O que é o novo coronavírus?

Trata-se de uma extensa família de vírus causadores de doenças tanto em animais como em humanos. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), em humanos os vários tipos de vírus podem provocar infecções respiratórias que vão de resfriados comuns, como a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS), a crises mais graves, como a Síndrome Respiratória Aguda Severa (SARS). O coronavírus descoberto mais recentemente causa a doença covid-19.

Como ajudar quem precisa?

A campanha “Vamos precisar de todo mundo” é uma ação de solidariedade articulada pela Frente Brasil Popular e pela Frente Povo Sem Medo. A plataforma foi criada para ajudar pessoas impactadas pela pandemia da covid-19. De acordo com os organizadores, o objetivo é dar visibilidade e fortalecer as iniciativas populares de cooperação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário