Pages

Estátuas de Cristóvão Colombo são depredadas e derrubadas nos EUA

Da CNN,11 de junho de 2020
Leah Asmelash,

Foto: Tim Bradbury/Getty Images

A estátua decapitada de Cristóvão Colombo, em Boston.

Como o acerto de contas racial ocorre em todo o território dos Estados Unidos após a morte de George Floyd, muitas estátuas consideradas símbolos racistas do legado da escravidão no país estão sendo depredadas e derrubadas. 

A onda atual tem retirado estátuas de Cristóvão Colombo, outra figura controversa na história dos EUA, dos locais públicos onde foram instaladas. Houve três relatos de estruuras de Colombo sendo removidas – uma jogada em um lago, uma decapitada e outra derrubada.

Colombo tem sido uma figura controversa na história por seu tratamento com as comunidades indígenas que encontrou e por seu papel na colonização violenta.

Nos últimos anos, muitas cidades e estados substituíram o Columbus Day [Dia de Colombo] pelo Indigenous Peoples' Day [Dia dos Povos Indígenas], em reconhecimento à dor e ao terror causados por Colombo e outros exploradores europeus nos povos nativos.

Alguns manifestantes disseram ter degradado as estátuas de Colombo em solidariedade aos povos indígenas.

"O tempo de ser complacente acabou"

No Capitólio do Estado de Minnesota, na última quarta-feira (10), um grupo de pessoas atirou uma corda em torno de uma estátua de Colombo e a puxou para o chão, informou a afiliada da CNN, KMSP.

"Esta tem sido uma conversa em andamento há anos com pessoas que ocupam esse edifício (o Capitólio)", disse ao KMSP, Mike Forcia, do AIM de Twin Cities, um grupo de defesa dos nativos americanos que organizou a manifestação. "É sempre 'você precisa esperar; há um processo pelo qual você precisa passar'. O tempo de ser complacente acabou".

Em outros lugares dos EUA, cerca de mil pessoas se reuniram em Byrd Park, em Richmond, na Virgínia, na última terça-feira (09), segundo a afiliada da CNN, WTVR.

A Sociedade Indígena de Richmond se manifestou por meio de um tweet. "Estamos nos reunindo em Byrd Park para protestar contra outro monumento racista. Cristóvão Colombo foi um assassino de indígenas, integrando a cultura genocida contra os índios, que ainda vemos hoje. Traga seu tambor, hino e máscara!", convidou manifestantes.

A manifestação começou pacificamente. Os manifestantes destruíram a estátua de Colombo, derrubando-a e jogando-a em um lago no parque.



Uma estátua de Cristóvão Colombo em Richmond, Virgínia, foi jogada em um lago.Foto: Parker Michels-Boyce/AFP/Getty Images

"Eu acho fenomenal", disse Maureen Stinger, residente de Richmond, para a WTVR. "Sei que algumas pessoas têm muito apego emocional a alguns desses monumentos, mas acredito que, com eles derrubados, esse é um passo muito grande em direção a mais unidade dentro da cidade. E acho que isso só pode ser uma coisa boa". A estátua foi removida do lago na quarta-feira (10).

Enquanto isso, em Boston, as autoridades removeram a estátua de Columbus, depois que ela foi decapitada na noite de terça-feira (09).

A estrutura, que foi erguida em 1979, havia sido anteriormente vandalizada, em 2015, quando foi mergulhada em tinta vermelha e as palavras "Black Lives Matter" [Vidas Negras Importam] foram pintadas com spray nas costas, informou a afiliada da CNN, WBZ

"Esta estátua em particular foi sujeita a vandalismo repetido aqui em Boston e, dadas as conversas que certamente estamos tendo agora em nossa cidade de Boston e em todo o país, também vamos reservar um tempo para avaliar o significado histórico desta ação", disse o prefeito Marty Walsh, de acordo com a WBZ.

"A estátua será armazenada por enquanto", disse Walsh. "Não está claro se ele voltará".

(Texto traduzido, clique aqui para ler o orginial em inglês).


Nenhum comentário:

Postar um comentário