Pages

“Banquetaço” leva comida saudável para a zona leste de São Paulo

A região recebeu neste sábado (23) a segunda edição do Festival Comida de Verdade


Por Sheila de Oliveira
Do Brasil de Fato | São Paulo (SP),23 de Novembro de 2019 

Os pratos foram preparados por 20 cozinheiros e cozinheiras

Pratos diversos feitos com alimentos orgânicos – sem o uso de agrotóxicos – e produzidos de forma agroecológica, sem agredir o meio ambiente, fizeram parte do “Banquetaço” que integrou a programação deste sábado (23) do Festival Comida de Verdade. A segunda edição do evento acontece na zona leste de São Paulo.

O banquete gratuito preparado por 20 cozinheiras e cozinheiros para mais de 500 pessoas agradou ao paladar de Maria de Fátima Rodrigues, que fez questão de prestigiar o espaço.
“Hoje estou dando um grande presente para o meu corpo de vir aqui e comer essa comida maravilhosa”, elogiou.

O cardápio diversificado, segundo a ativista e cozinheira Simone Gomes, foi elaborado com alimentos doados por diversas instituições. Ela conta que foi desafiador levar a atividade para fora do centro expandido da capital paulista.

“Queríamos muito atingir o público que normalmente não tem acesso a uma comida limpa e de verdade”, disse.

Para a chef de cozinha Paula Bandeira, que participou pela primeira vez do Banquetaço, a iniciativa mostra que é possível democratizar o consumo de alimentos saudáveis, orgânicos e sem veneno. “Com a gourmetização da gastronomia, muita gente acha que o alimento saudável é algo distante”, apontou.

Paula acredita que esse tipo de evento é também uma oportunidade para exaltar o pequeno produtor. “Para nós, cozinheiros, é muito prazeroso poder cozinhar sabendo de onde veio o alimento”, afirmou.

Os pratos foram preparados por 20 cozinheiros e cozinheiras | Foto: Daniela Moura

Além do compartilhamento de comida boa e saudável, o Banquetaço denuncia o Projeto de Lei (PL) 5695/2019 que ataca diretamente a agricultura familiar.

A proposta quer modificar a legislação que prevê, desde 2009, que 30% do recurso federal que é repassado a estados e municípios para a alimentação escolar sejam aplicados em compras de produtos de agricultores familiares.

“O PL tira a obrigatoriedade dos governos estaduais e municipais adquirirem produtos da agricultura familiar. É uma ameaça, e a sociedade deve ficar atenta para que não seja aprovado”, defendeu Luiz Bambini, que atua na área de políticas públicas de compra institucional da agricultura familiar para programa de alimentação escolar de São Paulo.

Festival Comida de Verdade

O Banquetaço foi realizado dentro da programação do Festival Comida de Verdade. Uma das reivindicações do evento é a viabilização da 4ª Feira Nacional da Reforma Agrária, que acontece desde 2015 na zona oeste da capital. Neste ano, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), barrou a liberação do Parque da Água Branca, onde a feira sempre foi realizada.

Estão à frente do evento o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), a Rede Sustenta, o Movimento Banquetaço, o Instituto Chão e o Armazém do Campo-SP, além de entidades e organizações da zona leste.

Integrante da coordenação nacional do MST, Delwek Matheus explicou que o Festival é uma aliança entre campo e cidade e contrapõe o modelo de produção baseado no agronegócio e que faz uso intenso de agrotóxicos.

“Colocamos à disposição da população a possibilidade de fazer uma refeição coletiva e conhecer essa alimentação feita com solidariedade em cooperação entre camponeses e trabalhadores urbanos”, explicou.

A ação acontece até às 20h no Clube da Comunidade (CDC) Vento Leste, com rodas de conversa e intervenções de entidades e coletivos de slams, capoeira, circo, grupos de teatro e ativistas de direitos humanos.

O local fica na Rua Dr. Frederico Brotero, 60 – Cidade Patriarca, São Paulo – SP (próximo à estação Patriarca – Linha 3 Vermelha do Metrô).



Edição: Geisa Marques

Nenhum comentário:

Postar um comentário