Pages

NO DIA MUNDIAL DE JERUSALÉM, SÍRIA REAFIRMA APOIO À LIBERTAÇÃO DA PALESTINA

Do Brasil 247, 31 de maio, 2019


"No Dia Mundial de Jerusalém, a Síria renova sua total solidariedade com o povo palestino e os cidadãos sírios no Golã ocupado, e apoia plenamente a libertação dos territórios árabes ocupados, a recuperação das Colinas de Golã e o estabelecimento de um Estado Palestino independente com Jerusalém como a capital ", disse um diplomata do Ministério das Relações Exteriores da Síria na sexta-feira (31)

HispanTV - "No Dia Mundial de Jerusalém, a Síria renova sua total solidariedade com o povo palestino e os cidadãos sírios no Golã ocupado, e apoia plenamente a libertação dos territórios árabes ocupados, a recuperação das Colinas de Golã e o estabelecimento de um Estado Palestino independente com Jerusalém como a capital ", disse um diplomata do Ministério das Relações Exteriores da Síria na sexta-feira (31).

Citado pela agência oficial de notícias Sana, o diplomata observa que o Dia Mundial de Jerusalém é celebrado este ano em meio à "intensificação da conspiração sionista-americana", com a proclamação pélo presidente dos EUA, Donald Trump, de Jerusalém como capital de Israel e o reconhecimento da soberania israelense sobre o território ocupado das Colinas de Golã.

No entanto, as decisões da Casa Branca não vão mudar a identidade desses territórios, e o fato de que jerusalém e as Colinas de Golã foram e continuarão a ser terras árabes, acrescenta o diplomata, que esclarece que os direitos da Palestinos e sírios não desaparecerão com o passar do tempo.

Referindo-se ao controverso "acordo do século" inventado pelos Estados Unidos para resolver o conflito israelense-palestino, o diplomata diz que este projeto está condenado ao fracasso graças à forte vontade e resistência das nações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário