Pages

DISSERTAÇÃO EM QUE MARIELLE FRANCO DISSECA AS UPPS VIRA LIVRO

Do 247, 10 de Março, 2019



A vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), assassinada brutalmente junto com o motorista Anderson Gomes no dia 14 de março do ano passado, analisou em sua dissertação de mestrado o modelo das Unidades de Polícia Pacificadora (UPP) implantado nas comunidades do Rio de Janeiro; dissertação de Marielle se transformou no livro "UPP: A Redução da Favela a Três Letras - Uma Análise da Política de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro"

247 - A vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), assassinada brutalmente junto com o motorista Anderson Gomes no dia 14 de março do ano passado, analisou em sua dissertação de mestrado o modelo das Unidades de Polícia Pacificadora (UPP) implantado nas comunidades do Rio de Janeiro.

A dissertação de Marielle se transformou no livro "UPP: A Redução da Favela a Três Letras - Uma Análise da Política de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro".

Segundo o sociólogo e professor de Sociologia Sérgio Adorno, o trabalho da vereadora Marielle tem "fluência e estrutura clara, bem documentado, com análise de legislação que trata da criação, dos objetivos, da organização e do regimento interno das UPPs".

"Outros argumentos e questões sustentam a hipótese anunciada no livro: as UPPs, ao contrário do que sugeria o projeto original, não se efetivaram como uma política de segurança inovadora. (...) A chamada militarização social restringiu as expectativas inicialmente trazidas pelas UPPs", diz Adorno em texto publicado pela Folha de S. Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário