Pages

PM DESTRÓI LAVOURA E DESALOJA POVO TREMEMBÉ DE SUAS TERRAS NO MARANHÃO




Do 247, 24 de Dezembro, 2018

Às vésperas do Natal, a comunidade do povo Tremembé do Engenho localizada no município de São José de Ribamar, no estado do Maranhão, sofreu processo de reintegração de posse; nem intervenção do governador Flávio Dino (PCdoB) deteve a ação; veja vídeo

Revista Fórum - Às vésperas do Natal, a comunidade do povo Tremembé do Engenho localizada no município de São José de Ribamar, no estado do Maranhão, sofreu processo de reintegração de posse. O caso aconteceu no dia 19 de dezembro, segundo denunciou a nota do Conselho Indigenista Missionário (Cimi) do Maranhão.

A ação, levada adiante pelo ex-deputado Alberto Franco, contou com grande aparato policial: 150 soldados das policiais militares, Tropa de Choque, policiais rodoviárias federal e estadual e "até a guarda municipal de São José de Ribamar", segundo o Cimi. Tratores foram usados para derrubar as casas, plantações e o sistema de irrigação da comunidade indígena. A comunidade tinha, no dia anterior (18/12) recebido visita da Fundação Nacional do Índio (Funai) para começar o processo de demarcação de terras.

O governador do estado do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), através de seu secretário de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves da Conceição, solicitou, por intermédio de ofício que o juiz Titular da 1ª Vara Cível do Termo Judiciário de São José de Ribamar, Celso Orlando Aranha Pinheiro Júnior, que reconsiderasse a ordem de despejo da comunidade de Tremembé do Engenho, levando em conta a sua autodeclaração como povo indígena.

Continue lendo na Fórum.

Assista a vídeo sobre a ação da PM:


Nenhum comentário:

Postar um comentário