Pages

Plataforma Caci mapeia mais de mil assassinatos de indígenas nas últimas três décadas

Do IHU,19 de outubro, 2018

Com os dados do relatório Violência contra os Povos Indígenas no Brasil – 2017, lançado no dia 27 de setembro pelo Conselho Indigenista Missionário (Cimi), a Plataforma Caci, que mapeia os assassinatos de indígenas ocorridos no Brasil nas últimas décadas, chegou a um total de 1.071 registros georreferenciados de mortes violentas de indígenas no país.

A informação foi publicada por CNBB, 17-10-2018.

A palavra Caci, que significa “dor” em Guarani, é a sigla para “Cartografia de Ataques Contra Indígenas”, nome completo da plataforma desenvolvida em 2016 por uma iniciativa conjunta de Infoamazônia, Armazém Memória e Fundação Rosa Luxemburgo. Desde 2016, é o Cimi que administra e atualiza os dados da Caci à medida que são publicados os novos relatórios.

Os casos mapeados na plataforma partem dos registros contidos nos relatórios Violência contra os povos indígenas no Brasil, elaborado pelo Cimi, e Conflitos no Campo, publicado pela Comissão Pastoral da Terra (CPT), e abrangem os assassinatos contra indígenas registrados a partir de 1985.

Eles incluem informações sobre o local do assassinato, o povo indígena a que a vítima pertence, o contexto e a data da ocorrência, sempre que disponíveis. Quando o assassinato ocorreu em uma terra indígena já demarcada, ele é localizado dentro da área. Quando ocorreu fora, ou em uma terra indígena na qual o processo demarcatório ainda não foi concluído e cujo perímetro ainda não está disponível na plataforma, ele é remetido para o centro do município em que aconteceu o assassinato.

A plataforma pode ser acessada aqui.

Leia mais
Plataforma Caci mapeia mais de mil assassinatos de indígenas nas últimas três décadas
Roraima, Amazonas e Mato Grosso do Sul são os estados com mais assassinatos de indígenas, diz relatório
Cimi lança nesta quinta-feira (27) amplo relatório sobre violência contra os povos indígenas no Brasil
Violência contra os povos indígenas no Brasil tem aumento sistêmico e contínuo, denuncia o Cimi
Bebê morto com tiro na cabeça é um cruel símbolo da situação dos povos indígenas no Brasil
Relatório destaca 50 parlamentares mais "anti-indígenas"
Congresso anti-indígena: 33 propostas, reunindo mais de 100 projetos, ameaçam direitos indígenas
O que esperar do Congresso Nacional para a causa indígena
Indígenas enfrentam a maior ofensiva parlamentar em 20 anos
O descontrole do Estado e os ataques violentos contra os Guarani-Kaiowá. Entrevista especial com Cleber Buzatto
Desmonte da política indigenista e militarização de abrigos para indígenas migrantes são denunciados na ONU
Após golpe, retrocesso e violações, cresce o número de candidatos indígenas
Somente a terra não será suficiente para a sobrevivência e o etnodesenvolvimento dos indígenas Kaingang. Entrevista especial com Henrique Kujawa
Direitos indígenas estão à margem da Constituição e são reféns de processos políticos. Entrevista especial com Marco Antonio Delfino de Almeida
A Constituição - 30 anos. A luta permanente pelos direitos indígenas. Entrevista especial com Jorge Eremites
Demarcação de terras indígenas x latifúndios: a grande tramoia brasileira. Entrevista especial com Vincent Carelli
"O massacre dos indígenas, a venda do patrimônio natural, tudo prenuncia um regime ditatorial monstruoso". Entrevista especial com Roberto Romano
Temer acolhe pleito dos ruralistas e reedita medidas que afrontam os direitos indígenas. Entrevista especial com Roberto Liebgott
Ruralistas do Congresso brasileiro colocam áreas protegidas do país em risco

Nenhum comentário:

Postar um comentário