Pages

Lula não pode, mas Azeredo sairá da prisão para votar em sua zona eleitoral

Do GGN, 5 de Outubro, 2018


Jornal GGN - O uso de dois pesos e duas medidas por setores do Judiciário brasileiro ficou ainda mais escancarado nesta quinta (4), diante da notícia de que Lula foi impedido de exercer o direito político ao voto, enquanto Eduardo Azeredo, que cumpre pena no mensalão tucano após condenação em segunda instância, não só terá permissão para votar, como poderá sair da detenção, descaracterizado, e se dirigir até a sua zona eleitoral. É o que informa o Estado de Minas.

"Preso há cinco meses na Academia do Corpo de Bombeiros, em Belo Horizonte, ele [Azeredo] teve o pedido atendido pelo juiz da Vara de Execuções Penais (VEP) da capital, Marcelo Augusto Lucas Pereira."

"Segundo a decisão do magistrado, o tucano poderá comparecer ao local de votações sem algemas e uniforme do sistema prisional. Azeredo será escoltado em veículo descaracterizado com policiais à paisana “para não atrapalhar o exercício do voto dos outros eleitores”.

De acordo com a reportagem, Azeredo "será conduzido em horário de pouco movimento e está proibido de conceder entrevistas à imprensa. O horário de votação é das 8h às 17h."

Lula, por sua vez, teve uma série de recursos em busca do direito ao voto rejeitados pelo Judiciário, que entendeu não haver condições de deixar o ex-presidente sair da prisão ou ao menos instalar a estrutura de voto na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário