Pages

Bolsonaro deveria ser cassado antes da eleição, dando lugar ao 3º colocado



Do GGN, 18 de Outubro, 2018



Jornal GGN - O candidato do PT Fernando Haddad disse, nesta quinta (18), que "em qualquer lugar do mundo" a notícia de que empresas estão financiamento ilegalmente a campanha de Jair Bolsonaro no WhatsApp "seria um escândalo de proporções avassaladoras, e poderia se dar até a impugnação da candidatura com a chamada do terceiro colocado para disputar o segundo turno." Neste cenário, Ciro Gomes (PDT), que obteve 12% dos votos válidos no dia 7 de outubro, seria convocado a concorrer em substituição a Bolsonaro.

A afirmação de Haddad foi feita após a Folha de S. Paulo revelar que empresários anti-PT contrataram empresas especializadas em marketing digital para impulsionar mensagens contra a candidatura do partido na reta final de segundo turno, favorecendo, dessa maneira, a campanha de Bolsonaro. O financiamento empresarial no Brasil foi proibido, portanto, a ação é ilegal, na visão do jornal.

Haddad afirmou que Bolsonaro deixou rastros de comunicação com os empresários, e que um levantamento já mostrou que há mais de 150 deles envolvidos na ação. De acordo com a reportagem da Folha, há contratos que somam R$ 12 milhões, evidenciando, além de caixa 2, o abuso de poder econômico. "Vamos levar ao conhecimento da Justiça todos os indícios", enfatizou o candidato do PT.

Ciro está em viagem à Europa desde o final do primeiro turno. O PDT, que anunciou um "apoio crítico" ao PT na segunda rodada da disputa presidencial, também vai questionar a legitimidade desta eleição na Justiça Eleitoral, após o escândalo do caixa 2 de Bolsonaro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário