Pages

EM GUERRA COMERCIAL COM EUA, CHINA ABRE ESPAÇO PARA O BRASIL COMO PARCEIRO ESTRATÉGICO


A guerra comercial entre China e Estados Unidos deve elevar as exportações brasileiras de soja para o nível recorde de US$ 30 bilhões, 17% acima do valor do ano passado, informa o jornal Valor Econômico



Do 247,24 DE JULHO DE 2018 


A guerra comercial entre China e Estados Unidos deve elevar as exportações brasileiras de soja para o nível recorde de US$ 30 bilhões, 17% acima do valor do ano passado, informa o jornal Valor Econômico.

A forte demanda chinesa pela soja do Brasil - depois que o país asiático sobretaxou o produto americano em 25% - levou a Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) a novamente aumentar sua estimativa para os embarques do grão em 2018. Agora, são esperadas exportações de 73,5 milhões de toneladas, 1,4 milhão a mais que o previsto no fim de maio. Esse volume, recorde histórico, é quase 8% superior ao de 2017.

A guerra comercial sino-americana também elevou os prêmios da soja brasileira - valor pago além da cotação na Bolsa de Chicago - para mais de US$ 2 o bushel. Esse ágio, porém, já está quase no limite, porque uma valorização excessiva do grão brasileiro pode torná-lo mais caro que a soja americana, mesmo com a sobretaxa imposta por Pequim

Exportação de soja deverá superar US$ 30 bi

"Eu acho que US$ 2,80 seria um limite, pensando na competitividade em relação ao grão americano para a China", disse Luiz Fernando Gutierrez Roque, analista da consultoria Safras & Mercado. Na sexta-feira, o prêmio em Paranaguá (PR) para a soja com entrega em agosto estava em US$ 2,00 por bushel na compra. No mesmo período de 2017 era de US$ 0,74 - já um nível considerado elevado.

Mesmo com os prêmios atuais, ainda compensa, para a China, adquirir o produto brasileiro. A tonelada da soja americana, no Golfo do México, está em US$ 413, já com a sobretaxa de 25%, enquanto em Paranaguá sai por US$ 390.

Os últimos números do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos mostraram que a venda líquida de soja da safra 2017/18 pelos exportadores americanos foi de 252,3 mil toneladas na semana entre 6 e 12 de julho. Esse volume está 22% abaixo da média das quatro semanas anteriores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário