Pages

Eu só peço a Deus que o injusto não me seja indiferente, por Mercedes Sosa



Do GGN, 14 de Abril, 2018
Enviado por Luisa L.


Lula Livre Já!

Eu só peço a Deus
Que a dor não me seja indiferente
Que a seca morte não me encontre
Vazia e sozinha sem ter feito o suficiente

Eu só peço a Deus
Que o injusto não me seja indiferente
Que não me esbofeteiem a outra face
Depois que uma garra me arranhou esta sorte

Eu só peço a Deus
Que a guerra não me seja indiferente
É um monstro grande e pisa forte
Toda a pobre inocência da gente
É um monstro grande e pisa forte
Toda a pobre inocência da gente

Eu só peço a Deus
Que o engano não me seja indiferente
Se um traidor pode mais que uns muitos
Que estes muitos não o esqueçam facilmente

Eu só peço a Deus
Que o futuro não me seja indiferente
Desenganado é o que tem que fugir
Para viver uma cultura diferente

Eu só peço a Deus
Que a guerra não me seja indiferente
É um monstro grande e pisa forte
Toda a pobre inocência desta gente
É um monstro grande e pisa forte
Toda a pobre inocência desta gente

Nenhum comentário:

Postar um comentário