Pages

Como Pilates criou um dos métodos de exercícios mais populares do mundo inspirado em gatos e bebês

Pilates manteve seu corpo atlético durante toda a vida, inclusive pouco tempo antes de morrer, em 1967, com 83 anos

Imagem: GETTY IMAGES

Da BBC, 5 de Janeiro, 2018


É difícil imaginar que o homem com corpo de Adonis que inspirou milhões de pessoas a seguirem sua filosofia de exercícios físicos tenha sido uma criança frágil, que cresceu sendo intimidada, e sofrendo de raquitismo e asma.

Mas foi exatamente essa infância difícil que desenhou a vida de Joseph H. Pilates, o guru que desenvolveu um dos sistemas de treinamento mais populares do mundo fitness e da atividade física.

Filho de pai ginasta de ascendência grega e de mãe alemã e médica naturopata, Pilates nasceu em Mönchengladbach, na Alemanha, em 1883, e teve interesse desde pequeno por seu corpo e por quais seriam os limites físicos que ele poderia alcançar, tanto em termos de força, quanto de flexibilidade.

Seu método de exercício mescla diversas disciplinas como a ginástica e o ioga, mas sua fonte de inspiração foi bem mais simples do que isso.

"Ele chamava de 'cronologia' essa ideia do controle da mente sobre o corpo para fundir sua força com a flexibilidade", explicou à BBC Mary Bowen, aluna mais antiga do mundo de Pilates.


"Ele me contou que baseou seu método em um bebê e em um gato, algo que soou estranho para mim, já que eu nunca tive nenhum dos dois", contou Bowen sobre o primeiro dia em que entrou no estúdio do mestre alemão e de sua esposa Clara, em Nova York, no final dos anos 1950.

Segundo ela, Pilates estudou os movimentos de um bebê e de um animal, especificamente de um gato, e concluiu que o gato poderia fazer tudo melhor.

"Não necessariamente usando todas as partes do corpo para tudo, mas de uma maneira econômica. Ele consegue descansar completamente e se mover completamente. Isso era justamente o que precisava", afirmou ela, que foi bailarina antes de frequentar as aulas de Pilates.

Revolucionário


Antes de chegar a Nova York, Pilates viveu na Inglaterra, onde foi boxeador e artista em um circo até o início da Primeira Guerra Mundial.

Ele chegou a ser detido, por sua nacionalidade alemã, na Ilha de Man, onde estava começando a desenvolver seu sistema de exercícios.

Pilates ficou em um campo de detenção e passou três anos e meio trabalhando em um hospital como enfermeiro. Foi lá que ele começou a organizar sessões entre funcionários e prisioneiros para melhorar sua condição física - todos baseados no movimento e na respiração.

Foi também nesse período que ele começou a mostrar sua faceta como inventor, aproveitando as molas dos colchões para criar uma máquina que permitia aos feridos que não podiam sair de suas camas participarem das sessões de exercícios.

Ali ele descobriu os benefícios de aproveitar a resistência das molas para variar o grau de exigência dos movimentos.

Depois do final da guerra, Pilates se mudou para os Estados Unidos em 1925, onde conheceu sua esposa Clara, e abriu um estúdio dedicado à "Cronologia". Por estar localizado em um prédio junto com outros estúdios de dança e arte, o projeto logo se viu acolhido por bailarinas e acrobatas, que utilizavam o método de Pilates para prevenir lesões.

No entanto, o auge do sucesso de sua grande invenção viria apenas após a sua morte, em 1967.
Legado

Bowen conta que a ideia de Pilates nunca chegou a ser considerada um "grande negócio" e que ele não se promovia com ela.

"Ele morreu com raiva porque não conseguiu alcançar um dos seus objetivos. É verdade que nós dedicamos parte das nossas vidas ao método, mas o que ele queria é o que a gente vê hoje em dia, o método reconhecido no mundo todo", afirmou Bowen, que hoje tem 87 anos.

Ela explicou que, após a morte de Pilates, por um período de sete anos se chegou até mesmo a duvidar da continuação do método criado por ele.

"Não éramos muitos, e ele era o mestre, a alma de tudo", disse.

"Eu segui praticando, questionando mais sobre o conceito, mas foi só 16 anos depois, quando as pessoas com quem eu trabalhava me perguntaram o que eu estava fazendo com essas máquinas e me pediram para ensiná-las, que eu comecei a encarar tudo de outra forma."

Bowen acredita que isso aconteceu porque, na segunda metade dos anos 1970, levantou-se uma discussão maior sobre os benefícios do exercício físico e aí houve um aumento da conscientização das pessoas a esse respeito. No início dos anos 1980, o método já começou a se popularizar levando o nome de seu inventor, Pilates.

No fim, o grande segredo dele é fazer um convite para que as pessoas descubram "todos os tipos de movimento que o corpo pode fazer".

O que é o pilates?


- Uma forma de exercício que permite desenvolver força, aumentar a flexibilidade e melhorar a postura do corpo.

- É possível conseguir isso com uma série de exercícios de alongamento e condicionamento.

- Com o passar dos anos, o método evoluiu e pode ser realizado usando o conceito de máquinas, inventado por Pilates (uma cadeira, um trapézio...) ou no chão sobre um colchonete.

- O pilates também é recomendado para prevenir lesões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário