Pages

Ato contra o Estado de exceção


Do IELA, 15 de dezembro, 2017

Sinopse

Ao cumprirem três meses da prisão do reitor da UFSC, Luiz Carlos Cancellier, fato que acabou levando-o ao suicídio, o Movimento Floripa contra o Estado de exceção esteve no centro da capital, Florianópolis, para uma manifestação. Eles lembraram a prisão abusiva, o drama humano e defenderam a universidade pública, gratuita e de qualidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário