Pages

Uma biografia intelectual de Lênin: um desafio colossal

Valério Arcary escreve sobre a monumental biografia intelectual de Lênin escrita pelo estudioso húngaro Tamás Krausz



Do Blog da Boitempo, 17 de Novembro 2107
Por Valério Arcary


Chega aos leitores de língua portuguesa a monumental biografia intelectual de Vladímir Ilitch Uliánov, vulgo Lênin. Escrita pelo estudioso húngaro Tamás Krausz, a obra de mais de 600 páginas é resultado de quatro décadas de pesquisas e venceu o Deutscher Memorial Prize, um dos mais respeitáveis prêmios para a produção intelectual marxista na atualidade. Elogiada por estudiosos do calibre de István Mészáros e José Paulo Netto, a vem acrescida de uma extensa cronologia da Rússia revolucionária e uma rica seção com esboços biográficos, além de um belo caderno de imagens. Leia abaixo o texto de orelha do livro, escrito por Valério Arcary.

* * *

O livro que a Boitempo nos presenteia já nasceu como uma referência para os estudos de Lênin. Em um estilo claro e direto, Reconstruindo Lênin apresenta de forma honesta e rigorosa uma elaboração intelectual revolucionária entre as mais complexas. A investigação de Tamás Krausz fascina, surpreende e, às vezes, perturba. Venceu o Deutscher Memorial Prize em 2015, prêmio literário atribuído todos os anos em Londres ao livro considerado pelo júri “o melhor e mais inovador sobre a tradição marxista”.

Uma biografia intelectual de Lênin era um desafio colossal, até mesmo demolidor. Biografias colocam o autor diante de dois riscos abismais: apequenar ou agigantar o personagem para além de si mesmo. Um marxista sério não poderia diminuir o significado da obra de Lênin. Mas o perigo hagiográfico era grande: celebrar virtudes heroicas inalcançáveis e semear cultos à personalidade. Quarenta anos de leituras de uma obra monumental protegeram Tamás Krausz de desequilíbrios.

A união de contextualizações inspiradas e explicações de polêmicas sempre vibrantes – não poucas vezes ásperas – captura a atenção do leitor. O livro responde ao problema central de uma biografia intelectual: qualitativamente, o pensamento de Lênin pode ser considerado um desenvolvimento original do marxismo? Em outras palavras, podemos dizer que o leninismo é mais do que uma corrente do marxismo russo?

O leitor descobrirá que Tamás Krausz nos introduz ao âmago do método de Lênin. Trata-se de uma interpretação vigorosa de um marxismo revolucionário aberto, não dogmático, porque é crítico sem ser doutrinário. A pesquisa sistemática do autor nos revela a grandeza da atualização do marxismo realizada por Lênin em sua vitalidade integral, unindo teoria e política. A teoria aparece indivisível do programa; o programa, inseparável da estratégia; e a estratégia, indissociável da tática. Tamás Krausz convida todos os leitores, pesquisadores ou ativistas, a revalorizar o legado leninista no século XXI.

Valério Arcary


* * *

“Um trabalho academicamente exemplar, escrito com perspicácia penetrante e comprometimento inabalável. Com atenção ricamente documentada aos detalhes, ele ilumina a formação e o disputadíssimo impacto da imensa biografia de Lênin em sua configuração histórica dinâmica.” – István Mészáros

“A exaustiva pesquisa de Krausz resultou numa obra admirável. Depois de percorrer este livro, o leitor haverá de contemplar Lênin, sua vida e sua obra, sob novos prismas.” – José Paulo Netto

* * *

Vladímir Ilitch Lênin está entre as figuras mais enigmáticas e influentes do século XX. Sua vida e sua obra são cruciais para compreender a história moderna e o movimento socialista. Gerações de escritores de esquerda e de direita o embalsamaram com análises superficiais ou dogmas lúgubres. Resultado de quatro décadas de trabalho, Reconstruindo Lênin é uma tentativa de entender o líder revolucionário de maneira renovada.

Tamás Krausz, um reconhecido acadêmico húngaro da mesma tradição de Lukács, Tõkei e Mészáros, apresenta um homem ao mesmo tempo empenhado na revolução, comprometido com uma perspectiva teórica coerente e constantemente formado pelos eventos políticos. A combinação de descrições detalhadas e explicações teóricas cobre como nunca antes tópicos como guerra e revolução, ditadura e democracia, socialismo e utopia. Reconstruindo Lênin muda o modo como o leitor vê um homem e um movimento e revela, para além do dirigente político, um acadêmico radical.


***

Uma biografia intelectual de Lênin: um desafio colossal

Valério Arcary escreve sobre a monumental biografia intelectual de Lênin escrita pelo estudioso húngaro Tamás Krausz

Por Valério Arcary.

Chega aos leitores de língua portuguesa a monumental biografia intelectual de Vladímir Ilitch Uliánov, vulgo Lênin. Escrita pelo estudioso húngaro Tamás Krausz, a obra de mais de 600 páginas é resultado de quatro décadas de pesquisas e venceu o Deutscher Memorial Prize, um dos mais respeitáveis prêmios para a produção intelectual marxista na atualidade. Elogiada por estudiosos do calibre de István Mészáros e José Paulo Netto, a vem acrescida de uma extensa cronologia da Rússia revolucionária e uma rica seção com esboços biográficos, além de um belo caderno de imagens. Leia abaixo o texto de orelha do livro, escrito por Valério Arcary.
* * *
O livro que a Boitempo nos presenteia já nasceu como uma referência para os estudos de Lênin. Em um estilo claro e direto, Reconstruindo Lênin apresenta de forma honesta e rigorosa uma elaboração intelectual revolucionária entre as mais complexas. A investigação de Tamás Krausz fascina, surpreende e, às vezes, perturba. Venceu o Deutscher Memorial Prize em 2015, prêmio literário atribuído todos os anos em Londres ao livro considerado pelo júri “o melhor e mais inovador sobre a tradição marxista”.
Uma biografia intelectual de Lênin era um desafio colossal, até mesmo demolidor. Biografias colocam o autor diante de dois riscos abismais: apequenar ou agigantar o personagem para além de si mesmo. Um marxista sério não poderia diminuir o significado da obra de Lênin. Mas o perigo hagiográfico era grande: celebrar virtudes heroicas inalcançáveis e semear cultos à personalidade. Quarenta anos de leituras de uma obra monumental protegeram Tamás Krausz de desequilíbrios.
A união de contextualizações inspiradas e explicações de polêmicas sempre vibrantes – não poucas vezes ásperas – captura a atenção do leitor. O livro responde ao problema central de uma biografia intelectual: qualitativamente, o pensamento de Lênin pode ser considerado um desenvolvimento original do marxismo? Em outras palavras, podemos dizer que o leninismo é mais do que uma corrente do marxismo russo?
O leitor descobrirá que Tamás Krausz nos introduz ao âmago do método de Lênin. Trata-se de uma interpretação vigorosa de um marxismo revolucionário aberto, não dogmático, porque é crítico sem ser doutrinário. A pesquisa sistemática do autor nos revela a grandeza da atualização do marxismo realizada por Lênin em sua vitalidade integral, unindo teoria e política. A teoria aparece indivisível do programa; o programa, inseparável da estratégia; e a estratégia, indissociável da tática. Tamás Krausz convida todos os leitores, pesquisadores ou ativistas, a revalorizar o legado leninista no século XXI.
Valério Arcary
* * *
“Um trabalho academicamente exemplar, escrito com perspicácia penetrante e comprometimento inabalável. Com atenção ricamente documentada aos detalhes, ele ilumina a formação e o disputadíssimo impacto da imensa biografia de Lênin em sua configuração histórica dinâmica.” – István Mészáros
“A exaustiva pesquisa de Krausz resultou numa obra admirável. Depois de percorrer este livro, o leitor haverá de contemplar Lênin, sua vida e sua obra, sob novos prismas.” – José Paulo Netto
* * *
Vladímir Ilitch Lênin está entre as figuras mais enigmáticas e influentes do século XX. Sua vida e sua obra são cruciais para compreender a história moderna e o movimento socialista. Gerações de escritores de esquerda e de direita o embalsamaram com análises superficiais ou dogmas lúgubres. Resultado de quatro décadas de trabalho, Reconstruindo Lênin é uma tentativa de entender o líder revolucionário de maneira renovada.
Tamás Krausz, um reconhecido acadêmico húngaro da mesma tradição de Lukács, Tõkei e Mészáros, apresenta um homem ao mesmo tempo empenhado na revolução, comprometido com uma perspectiva teórica coerente e constantemente formado pelos eventos políticos. A combinação de descrições detalhadas e explicações teóricas cobre como nunca antes tópicos como guerra e revolução, ditadura e democracia, socialismo e utopia. Reconstruindo Lênin muda o modo como o leitor vê um homem e um movimento e revela, para além do dirigente político, um acadêmico radical.

Nenhum comentário:

Postar um comentário