Pages

O pré-sal, as agências americanas e os colonizados, por Aurélio Júnior

Do GGN, 24 de Julho, 2017
Por Aurélio Júnior



Comentário ao post "Xadrez de como Serra tentou fincar um pé na cooperação internacional"

O que mais causa espanto não é a capacidade de "entrega" de nossos políticos, aliás TODOS, independente da suposta coloração politica, no geral parece que informam-se pela midia nacional, reagem a ela, não conhecem nada sobre relações internacionais na realidade, muito menos ouvem assessorias qualificadas, nem as de Estado ou externas, um fenômeno que também acontece com nossos formados em "comunicação social" de todos os matizes, em resumo: Colonizados.

Quem mais conhece a fundo o pré-sal? Não é a Petrobras, sequer o governo brasileiro, mas duas agências de inteligência americanas, diretamente ligadas ao DNI (Directorate of National Intelligence) e colaboradoras do DHS, as pouco conhecidas NGA e NRO - a tão comentada CIA ou mesmo a NSA, perto destas são "fáceis", aliás, sem a NGA e NRO, a NSA não existiria - NGA (National - Geospatial Agency + NOAA mapearam todo o Atlântico Sul), já a NRO (National Recon Agency) controla todos os satélites de recon - de todas as especialidades - lançados pelos Estados Unidos.

É fato comprovado há décadas, que nas ocasiões de encontros ou reuniões, com funcionários do governo americano, pouco importando se militares ou civis - independe se burros ou elefantes - eles tem tudo na "mão", uma estratégia clara, não estão lá para negociar, estão na reunião para convencê-lo (soft), mas sempre com o "stick" à mostra. Aliás este "stick" em certos casos pode ser pessoal (talvez não me entendam neste ponto, mas derrubar uma pessoa, um negociador, é muito mais fácil que derrubar um Estado, todo mundo tem um "pelinho" que quer esconder).

P.S.: O embaixador Sobel nesta situação acima relatada, assim como seus oficiais de segurança a época (FBI e DEA), não comunicaram ao DofState as aflições de Serra, mas reconheceram que o Almirante do Tietê desejava uma maior aproximação e possivel futuro apoio a suas ambições.

Um ditado americano: Não é necessário pagar caro para quem quer se vender.

Nenhum comentário:

Postar um comentário