Pages

Povos Ka’apor e Munduruku firmam compromisso em defesa de seus territórios

Do Cimi, 20/06/2017.
Fonte da notícia: Racismo Ambiental

Uma Carta Compromisso firme e indignada foi um dos resultados do encontro entre os povos Ka’apor e Munduruku para discutir suas lutas de resistência e pela autonomia indígena. Lideranças do Povo Munduruku do Alto Tapajós atenderam ao chamado dos Ka’apor e, em conjunto, definiram estratégias depois de reconhecerem seus inimigos comuns – “o Estado, com seus muitos órgãos que não fazem nada, e os ricos, garimpeiros, madeireiros, políticos”.

Do Cimi, 20 de junho, 2017


“Nós temos um compromisso. Nosso caminho vai nos levar a defender nosso território. Pra cada lei que o Karaí fizerem contra nós, vamos libertar outras terras. Nossa autonomia não vai mais esperar”.

O texto enviado pelo Conselho de Gestão Ka’apor ao site Racismo Ambiental pode ser lido na íntegra abaixo:



Notícias

Fórum Ambiental e Tenda Multiétnica serão realizados na cidade de Goiás durante o 19º FICA

Entre os dias 20 e 25 de junho, serão realizados na cidade de Goiás (GO), em paralelo ao 19º Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (FICA), o Fórum Ambiental e a Tenda Multiétnica. Esta...



Divulgada lista de aprovados para curso de extensão em Histórias e Culturas Indígenas

A lista com o nome dos 50 selecionados para a segunda edição do curso de extensão em Histórias e Culturas Indígenas foi divulgada hoje e pode ser conferida aqui.



No "Marco" dos outros

De forma extremamente dócil aos interesses particulares na região do Norte de Santa Catarina, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região negou provimento às apelações que defendiam a legitimidade da...



JBS: PP concentra metade das doações para deputados ruralistas

De R$ 31 milhões nas eleições de 2014, R$ 15 milhões foram para o partido; somados, PP, PR, PMDB, PTB e SD concentram 95% das doações para a Câmara.



Direitos ameaçados: orçamento do Incra inviabiliza titulação de terras quilombolas

O corte orçamentário do Incra ameaça a efetividade dos direitos dos quilombolas. Em 2017, um terço das Superintendências do Incra conta com orçamento anual inferior à 10 mil reais para conduzir os...

Nenhum comentário:

Postar um comentário