Pages

Ondas populares e protesto na Argentina por emergência alimentar





















Da página Diário Liberdade, sexta-feira, 19 de maio, 2017




Centenas de argentinos pertencentes à plataforma social Bairros de Pé protestam hoje nesta capital e na periferia bonaerense reclamando pela urgente declaração de emergência alimentar a nível nacional.


Do emblemático Obelisco, em frente ao Congresso ou na avenida que liga à capital com La Plata, na província de Buenos Aires, os manifestantes plantaram grandes panelas onde cozinham alimentos para os mais necessitados.

A demanda principal é pela malnutrição dos meninos que necessitam das cantinas escolares, para que o Governo tome pé desta situação e declare a emergência alimentar.

Desde a madrugada até as 19:00 hora local Bairros de Pé faz sentir seu reclamo em vários pontos da cidade.

Segundo aconteceu nos meios locais, instalaram-se ao redor de mil cozinhas populares, espécie de cantina improvisada que cozinham alimentos nas ruas para lhe dar aos que não têm.

Em declarações à agência Télam, o secretário geral do movimento Bairros de Pé, Daniel Menéndez, apontou que 'na Argentina atual crescem as demissões e a pobreza' e denunciou que o 40 por cento dos meninos que necessitam dos refeitórios 'tem baixo peso e risco de desnutrição'.

Menéndez assinalou que trabalham em um 'projeto de emergência alimentar que será apresentado na semana próxima no Congresso', que aponta a fazer um relevamento de meninos e adolescentes com desnutrição.

O Governo, disse, deve revisar com urgência sua política econômica que gera que o consumo de leite esteja nos níveis mais baixos desde a crise do 2001, o que prejudica especialmente aos setores mais humildes.

O protesto também se sente com força na rede social twitter onde a etiqueta #Barriosdepie é tendência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário